17
Ter, Out

 

 

bloco

 

barra estados home

bloco

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Movimento de Luta pela Terra (MLT) lançou na última terça-feira (27) uma manifesto de repudia à chacina ocorrida no Triângulo Mineiro onde três companheiros do MLST (Movimento de Libertação dos Sem Terra) foram brutalmente assassinados.

mlt_assassinato_MG

Valdir Dias Ferreira,40anos, e o casal Milton Santos Nunes,52 anos, e Clestina Leonor Sales Nunes,48 anos, forem executados com tiros na cabeça na tarde do último dia 24.

Somente o neto do casal, uma criança de cinco anos, sobreviveu e só não foi morta porque ficou embaixo do corpo de Clestina logo que ela foi alvejada.

As três vítimas eram acampadas da Fazenda São José dos Cravos, na região de Uberlândia, junto com outras 80 famílias. A polícia suspeita que os três companheiros foram executados por uma milícia ligada aos proprietários da fazenda.

Junto aos corpos foi encontrada a quantia de aproximadamente R$1.600,00 que não foi levada pelos assassinos caracterizando o triplo homicídio como uma execução.

O MLT se solidarizou com as famílias dos companheiros covardemente assassinados e espera uma ação rápida da polícia para prender os criminosos.

Fonte: MLT

bloco