Vigilantes conquistam aumento de 4,7% e encerram campanha vitoriosa em Manaus

Depois de dois dias de greve, os vigilantes de Manaus (AM) encerraram a campanha salarial deste ano com avanços notáveis, ainda mais nas condições adversas que a classe trabalhadora vive hoje em dia no Brasil. Conquistaram um reajuste salarial de 4,7%, o que significa mais de 1% de aumento real (acima da inflação), estabilidade de 3 anos para vigilantes em caso de aposentadoria especial e outros benefícios.

O presidente do Sindicato dos Vigilantes de Manaus, Valderli Bernardo, comemorou o resultado e o atribuiu à unidade e combatividade da categoria. Agradeceu o trabalho da Comissão de Negociação e o apoio ativo da base à luta liderada pela entidade, filiada à CTB, que teve relevante participação em todo o processo.

Assinatura do acordo foi autorizada pelos trabalhadores na assembleia realizada em 20 de fevereiro. Confira abaixo algumas cláusulas:

Reajuste Salarial         4,70%

Vale Alimentação R$ 22,00 para cada dia de trabalho, com 10% de reajuste sobre o valor do ano anterior;

Manutenção da contribuição de apenas 1 real para o Plano de Saúde;

Estabilidade de 3 anos (período em que o vigilante não pode ser demitido) em caso de aposentadoria especial;

O pagamento do retroativo do mês de fevereiro será negociado com o patronal para ser efetivado no mês de abril, tendo em vista que a folha de fevereiro, paga em março, já está fechada;

Os dias em que os companheiros participaram da greve será negociado para que o trabalhador não sofra nenhuma sanção por ter participado do movimento da categoria;

O Jornal do Sindicato com todas as informações acerca da Campanha Salarial 2019 ,estará sendo entregue juntamente com as tabelas salariais nos postos de serviço a partir da segunda quinzena do mês de março.